MATRÍCULAS EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR E 1º ANO DO 1º CICLO | 2024-2025

De acordo com o despacho normativo n.º 4506-A/2023, de 13 de abril, informam-se os pais e encarregados de educação que decorre entre o dia 15 de abril e o dia 15 de maio o período normal de matrículas para a
Educação Pré-Escolar e para o 1.º ano do 1.º Ciclo do Ensino Básico.


CASO PRETENDA TRANSFERÊNCIA DE ESCOLA DE ALUNOS DO PRÉ ESCOLAR, deverá neste prazo proceder a nova matrícula para o ano letivo 2024/2025 durante o período referido.


As matrículas recebidas até 15 de maio de 2024, são consideradas imediatamente após essa data para efeitos de seriação, sendo as demais sujeitas a seriação em momento posterior, no caso do Pré-Escolar carecem de autorização superior.


1. Como efetuar a matrícula?
A matrícula é feita, preferencialmente, via Internet, no portal portaldasmatriculas.edu.gov.pt, com recurso à autenticação através de cartão de cidadão, chave móvel digital ou credenciais de acesso ao Portal das Finanças.
Não sendo possível, a matrícula pode ser apresentada de modo presencial nos Serviços Administrativos da Escola Sede do Agrupamento, o que carece de marcação prévia (contactos: 256666070 ou 968580044 ou 912212501).

horariosecretaria


Consulta [AQUIo documento para obter respostas a estas questões:

2. Que documentos são obrigatórios apresentar no ato da matrícula?

3. Quantas Escolas devem indicar, por ordem de preferência, na matrícula?

4. Que Escolas pertencem ao Agrupamento de Escolas Ferreira de Castro?

5. Existe alguma influência entre a data de realização da matrícula e a colocação na Escola pretendida?

6. Como se faz a distribuição dos alunos pelas Escolas?

7. Para quem é obrigatória a matrícula no 1.º ano do 1.º ciclo?

8. Quando poderá saber a Escola que o aluno vai frequentar?

9. Informação.


 ANEXO 1 - Listagem das Escolas do 1.º ciclo e do Pré-Escolar pertencentes ao Agrupamento de Escolas Ferreira de Castro - OAZ.

ANEXO 2 - Prioridades no preenchimento das vagas existentes em cada Jardim de Infância.

ANEXO 3 - Prioridades no preenchimento das vagas existentes em cada Escola de 1.º Ciclo.


 

O Agrupamento de Escolas Ferreira de Castro, no âmbito do seu Regulamento Interno, para promoção das competências previstas no Perfil do Aluno à Saída da Escolaridade Obrigatória, desenvolve projetos interdisciplinares do Domínio de Autonomia Curricular nos quais se aposta na autonomia, na criatividade dos alunos, no trabalho cooperativo entre alunos e professores e numa gestão mais integrada e contextualizada do currículo. 

Os projetos interdisciplinares desenvolvem temáticas, suscetíveis de uma abordagem interdisciplinar, através de metodologias ativas que fogem à  "tradicional" exposição e à aula "centrada" no professor. 

No 2.º e no 3.º ciclo e no 12.º ano, o trabalho realizado envolve todas as turmas do mesmo ano que, em momentos específicos, substituem as atividades disciplinares por atividades interdisciplinares mais dinâmicas e de maior envolvimento na comunidade. 

No 10.º e no 11.º ano, dos Cursos Científico- Humanísticos, dada a especificidade de cada curso, os projetos interdisciplinares organizam-se por turma, centrados no desenvolvimento de competências das disciplinas da componente específica de cada curso, sempre numa lógica de trabalho de projeto ou por desafios. 

O mesmo se pretende das turmas dos Cursos Profissionais, acrescentando-se que as dinâmicas ativas a desenvolver devem, obrigatoriamente, envolver a interação entre todos os alunos do mesmo Curso. Consequente, o trabalho interdisciplinar é liderado pela componente tecnológica do plano de formação.  

Neste mural (procurar o ano/turma/curso respetivo, fazendo correr a barra) poderão acompanhar o trabalho desenvolvido pelos alunos de cada ano, turma ou curso.