ErasmusEP ErasmusReg     EduInc logo2  logoEP  AAValiacao NewsLetter4

Menu

LOGIN

Sobre a origem do Dia Internacional da Mulher:
Alguns associam este dia ao incêndio na fábrica da Triangle Shirtwaist, que ocorreu não a 8, mas 25 de março de 1911, às 5 horas da tarde, e matou 146 trabalhadores: 125 mulheres e 21 homens. Da tragédia resultou o fortalecimento do Sindicato Internacional de Trabalhadores na Confecção de Roupas de Senhoras, conhecido pela sigla inglesa ILGWU, o que influenciou muito a procurarem aí a origem da data.

Outros associam a ideia de criar o Dia da Mulher ao contexto das lutas feministas por melhores condições de vida e trabalho, e pelo direito de voto, quando em 26 de agosto de 1910, durante a Segunda Conferência Internacional das Mulheres Socialistas em Copenhaga, a líder socialista alemã Clara Zetkin propôs a instituição de uma celebração anual das lutas pelos direitos das mulheres trabalhadoras, sem, contudo fixar uma data específica.
 
Outros, ainda, referem-se aos acontecimentos de 1917, no Império da Rússia, durante o decorrer de manifestações de trabalhadoras por melhores condições de vida e trabalho e contra a entrada da Rússia czarista na Primeira Guerra Mundial. Protestos que foram brutalmente reprimidos, precipitando o início da Revolução de 1917. A data da principal manifestação, 8 de março de 1917, foi instituída como Dia Internacional da Mulher pelo movimento internacional socialista.
 

Relevante foi a determinação, em 1975 pela ONU como o Ano Internacional da Mulher e o dia 8 de março foi adotado como o Dia Internacional da Mulher pelas Nações Unidas, tendo como objetivo lembrar as conquistas sociais, políticas e económicas das mulheres, independente de divisões nacionais, étnicas, linguísticas, culturais, económicas ou políticas.

Importante seria reconhecer que este, como os restantes dias de cada ano, fossem de facto dias de cumprir o princípio da Igualdade de oportunidades para todos, consagrado na Declaração Universal dos Direitos Humanos!



 

Go to top